TRANSLATE/ TRADUTOR

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

Pesquisar no Blog

Carregando...

sexta-feira, 2 de janeiro de 2015

NASCERAM, TENHO 15 FILHOTES NOVINHOS EM CASA, MUITO FELIZ!



DIAS 21,22 E 26 DE DEZEMBRO DE 2014, FUI PRESENTEADA COM AS 3 NINHADAS QUE EU TANTO ESPERAVA.


Khaleessa foi a primeira, e dela, nasceram 03 meninas e 2 meninos.


À esta ninhada nomeei com o nome da série The Originals que adoro assistir.
A primeira a nascer foia uma menina de cor clara creme linda demais.
Ela já está Pré-reservada pela mamãe Emivânia de Brasília DF. A menina  com uma gotinha na cabeça ficará comigo é a minha menina. O rapaz em seguida é mogno máscara negra, a trufa dele ficou preta, lindo demais, ele também já tem mamãe ela é de Brasília.  Depois outra menina esta preta e branca, maravilhosa também marcação perfeita em seu rosto (ela está disponível para reserva) e por fim nasceu um lindo macho negro sólido, seu pelo será espetacular.  Os pais:  






No dia seguinte, 22 de dezembro foi a vez de Bonnie nos trazer mais 03 lindas meninas, 

Os pais das meninas: 

Nomeei a ninhada, aliás sugestão dada por minha filha Bruna, Meninas Super Poderosas:
A primeira é a Docinho, depois Lindinha e por fim e Florzinha.  Docinho já tem mamãe.



No dia 26 de dezembro Aislin trouxe ao mundo 07, isso mesmo 07, me surpreendeu muito essa menina.  Sendo seis meninas e 1 menino.

Os pais: 

Esta ninhada recebeu o título de Disney. Sendo princesas e o próprio Walt Disney o machinho.

Princesa Mulan

Princesa Jasmine

Princesa Tiana
Princesa Aurora


Princesa Cinderela
Princesa Bela - ela é muito pequenininha.


Walt Disney


Por enquanto todos desta ninhada Disney estão disponíveis.

Se alguém tiver interesse em um deles, por favor entrar em contato pelo WhatsApp  041 96135569

Ou em nossa página no Facebbok: Dogs NRoses Shih Tzu

https://www.facebook.com/DogsNRosesShihTzu?fref=photo

Muito Feliz com esses bebês lindos. Todos saudáveis, super bem cuidados por mim.

Kely V S S










segunda-feira, 18 de agosto de 2014

DOIDINHA POR UMA MENINA OU MENINO VERMELHO


  Que eu tenho Shih Tzus lindos todos sabem, que eu havia aberto uma creche para cães também, acontece que isso já foi, experimentei e não gostei de ficar longe de meu marido, até o investimento dar retorno demoraria muito e, não conseguimos ficar longe tanto tempo assim.

  Ou seja, mudança nos planos novamente, mudança, tudo outra vez, sim, mas de volta, voltando ao que gosto de fazer mesmo, que é a criação de Shih Tzus, e foi daí que comecei a sonhar com um vermelho, até procurei pelos canis, mas no momento de minha procura nada encontrei como eu queria. Iniciei a busca então em canis para um padreador vermelho, o que também não encontrei, mas sem desistir.
  E eis que um belo dia, vem aqui em casa duas mulheres com um Shih Tzu vermelho sólido máscara negra lindo no colo perguntando sobre banho, eu havia feito uma promoção em um site de compras coletivas como forma de divulgar os serviços, e elas ainda tinhas 2 voucher's e então é claro que as atendi.
   Peguei o fofão no colo e percebi que não era castrado, levei para a mesa de tosa e avaliei ele, estrutura excelente, pelos lindos, vermelho sólido, e, quando elas estavam saindo, perguntei-lhes se havia interesse em cruzá-lo, expliquei que sou criadora, e, que ele precisaria passar por alguns exames veterinários para segurança das minhas meninas e dos filhotes gerados, e pra minha felicidade elas toparam, aí perguntei de seu pedigree e elas me disseram que ele tinha, nossa, eu procurando tanto e ele aparece assim em minhas mãos, não acredito no acaso, e sim em energia positiva em querer muito algo.
   Passado um dia elas me enviaram seu pedigree, aí fiquei preocupada pois não era da CBKC, era pedigree da ACB - Associação Cinológica do Brasil. Liguei imediatamente para o Kennel no Rio de Janeiro e perguntei se seria aceito, e me informaram que aceitariam este pedigree para retirar um novo pedigree CBKC para o macho. Então liguei para o Kennel Club de minha região e falaram que custaria R$350,00 (trezentos e cinquenta reais). Fiquei apreensiva, e até me propus a pagar e depois descontar no pagamento das coberturas que eu pretendia, mas para maior satisfação ela fizeram tudo, deram entrada no pedigree dele, estão providenciando exame para negativo de brucelose canina, assinaram os contratos e querem dois filhotes como pagamento pelas coberturas, sim eu quero que ele tenha filhotes com minha Bonnie Roses que é dourada e branca e tem em sua linhagem vermelhos também, e outra cobertura com minha Khaleessa Roses que é fígado sólida, estou super ansiosa por estes filhotes. 
Aí ainda surgiu outra questão, afinal o tutor do macho tem direito à escolha na ninhada, ou seja, elas é que escolheriam seus filhotes o que é o correto, mas eu fiz um pedido que consta também no contrato de acasalamento, expliquei que eu quero muito uma menina vermelha e, se nascesse apenas uma?!! Elas abriram mão da escolha para que eu fique com uma menina vermelha, nossa fiquei super feliz mesmo. Minhas meninas estão já se preparando para suas gestações, todas estão tomando um poli vitamínico rico em ácido fólico, ômegas entre outros, recomendado por 02 veterinários de minha confiança, para que tenham gestações o mais perfeitas possíveis, fizeram exames de colesterol todos e tudo está bem. Agora é esperarmos seus cios e logo nossos filhotinhos fofos.

Fotos dos próximos casais que teremos no Canil Dogs N'Roses, você pode acompanhar tudo em nossa página no Facebook  Dogs N'Roses Shih Tzu Canil








É claro que terei filhotes do meu fofo Kalel com a pimentinha Aislin ela azul sólida.


Postado por Kely V.S.S.

sábado, 19 de abril de 2014

A CHEGADA DO FILHOTE EM CASA

A chegada do filhote em casa é uma verdadeira festa!!!  Todos querem acariciá-lo, ele por sua vez quer correr por tudo, cheirar tudo, mas, para evitarmos alguns aborrecimentos e até mesmo que o filhote fique doente, precisamos antes tomar alguns cuidados.


PARA QUE NÃO FAÇA XIXI PELA CASA:
- Antes de levar o filhote pra casa, prepare um cantinho onde ele ficará confinado, isso mesmo,  um local para ele, onde de um lado tenha sua cama, comedouro e bedouro e de outro lado espalhe jornal por uma grande área, mas sempre o local onde você pré-determinou que será o local do sanitário dele, espalhando o jornal ele acostumará a fazer suas necessidades nele, após cada dia, você retira uma folha de jornal e vai diminuindo o espaço até que chegue onde será em definitivo o sanitário dele. Enquanto esse processo não estiver entendido pelo filhote, não deixe que ele explore a casa, brinque com ele ali no local dele, converse com todos os membros da família para entenderem que isso será em benefício de todos e que logo ele poderá sair de lá, assim que vc ver que ele faz somente na folha de jornal única e não fora dela, você poderá ir aumentando o espaço delimitado dele e,  caso o pegue no flagra e somente no flagra fazendo xixí fora do jornal, dê uma bronca firme mas sem exageros e leve-o imediatamente para cima do jornal, assim ele vai entender que fez errado.



- Elogie ele sempre que fizer algo que você goste, sempre que ele fizer suas necessidades no local que você determinou.


PASSEIOS:
- Jamais passeie com o filhote antes d'ele ter completado o quadro de vacinas, também não  levar o filhote ao Pet  Shop ou Consultório Veterinário para tomar as vacinas, dê preferência que o médico veterinário venha até sua casa, isso pode evitar contaminações e doenças em seu filhote.

BANHOS:
-
Não dê banho no filhote enquanto ele não estiver com no mínimo 90 dias, caso ele esteja muito sujo, compre um banho a seco, mas somente se este não conter perfume, pois o cheiro de perfume prejudica a respiração do filhote, eles não gostam de perfumes,  perfumes é coisa de humano, ou faça você mesmo, com meio litro de água morna, 1 colher de vinagre e 1 colher de álcool, umedeça um pano limpo e passe-o pelo filhote sem molhá-lo apenas para retirar o excesso de sujeira e o mal cheiro. Aproveite esta oportunidade para fazer uma suave massagem e conversar muito com ele,  tem de ser bem calmo, para deixá-lo bem relaxado. Dê preferência quando ele estiver sonolento.  

 PETISCOS, MUDANÇA DE RAÇÃO:
- Não dê petiscos ou qualquer outro tipo de alimento que não seja a ração, ele precisa somente de água à vontade e ração, que deve ser dada conforme orientação da embalagem ou sob orientação do veterinário,  a porção deve ser dividida em 4X ao dia, caso ele deixe sobras no comedouro 20 minutos depois de você tê-la ofertado, elimine as sobras ou mesmo se ele não comeu nada, jogue fora e ofereça nova fração somente em novo horário. Até que o filhote acostume-se aos horários e que precisa comer. Quando ele completar 90 dias, você pode diminuir para 3X ao dia e depois de  180 dias para 2X ao dia e continue pelo resto da vida dele oferecendo ração 2x ao dia.

- Não se desespere caso ele não coma, quando ele sentir fome vai comer, e vai aprender que tem de comer nos horários determinados por você.

- Em caso de mudança de ração, se você for dar ração diferente da que o filhote recebia no canil, faça isso gradualmente para não afetar a saúde gastro-intestinal dele. No primeiro dia coloque 80% da ração que ele está acostumado e 20% da nova, no segundo dia 70% da ração do canil e 30% da nova e assim sucessivamente até que a nova tenha 100% de utilização.

Postado por Kely V.S.S.

segunda-feira, 7 de abril de 2014

BANHO DE CONFIANÇA




A cada dia nos deparamos com relatos e fotos de cães maltratados em Pet Shop's. São casos de torturas mesmo, o último visto por mim nas redes sociais, foi um caso que eu me arrepiei só de ver, pois eu não imaginava que alguém poderia ser capaz de fazer isso, foi em Praia Grande, estado de São Paulo, onde uma Shih Tzu foi para seu banho e pasmem, assim como eu fiquei estupefata, colocaram uma borrachinha, das mesmas que prendem os laços nas cabecinhas de nossos peludos em volta de sua boca, o que até agora eu como profissional de estética canina não consegui entender o motivo para isso, injustificável sem qualquer desculpa. Pior que esqueceram e ela foi pra sua casa com aquilo fechando sua boca.


Segue aqui o relato de sua mamãe: Por: Kamylla Matos 



"Olá amigos. Pensei muito se ia publicar isso aqui (até porque tem fotos fortes) mas decidi colocar para que todos tenham muita cautela com seus bichinhos e o pet shop que tomam banho, etc! Uma das nossas cachorrinhas toma banho no pet shop Família Animal (Av presidente Kennedy - praia grande - Guilhermina) há cerca de 4 anos. Minha mãe era muito amiga de todos e tinha extrema confiança nos profissionais. No sábado passado, dia 29, a Lolita foi tomar seu banho semanal cerca das 18 h. Poucas horas depois de retornar do pet vimos que o focinho dela estava inchado. Levamos no veterinário (mesma clínica) 23:30. Lá acharam que era picada de inseto e neste momento começou nossa corrida com ela. Deram 2 injeções para essa "alergia". No domingo ela acordou pior, com dificuldade para respirar e a região ainda mais inchada. Voltamos novamente na mesma clínica e deram mais injeções antialérgicas. Meus pais subiram a serra e foram em um veterinário em perdizes. Lá também suspeitaram de alguma picada de inseto e deram mais um remédio, mas via oral, ate este momento ninguém tinha olhado ou tentado olhar dentro da boca dela...Nessa altura (segunda) o focinho dela estava muito muito inchado conforme vocês podem ver nas fotos e com um cheiro horrível, de estado de decomposição mesmo. Limpamos varias vezes ao dia pois chegou a sair pus e sangue! Em função da dor ela não deixava ninguém encostar na região. Indicaram o hospital da USP. Chegamos lá e deram Tramal, o que tirou a dor da bichinha....e vários antibióticos etc. Mas ninguém anestesiou para poder ver a boca, nada. No total foram 7 veterinários em 4 clínicas, incluindo a USP que retornamos duas vezes. Nessa altura, sexta-feira. Ela já não estava mais comendo e a região do focinho cada vez pior. Nos recomendaram o Hospital Pompéia que, graças a Deus e a competência dos profissionais, sedaram para ver a boca, raspar os pelos (que dificultavam a visão) e procurar a tal da picada. O SUSTO dos veterinários e de toda nossa família foi grande ao ouvir que não era picada nem nada. Durante o banho no sábado dia 29 tinham colocado um elástico, o mesmo que usam para os lacinhos do pelo, ao redor da boca dela, fechando a boquinha para que um bichinho de menos de 4 kg, não mordesse e ficasse quieta (Lolita NUNCA mordeu alguém, nem rosnar!). Esse elástico envolta da boca dela era tão tão pequeno que com inchaço não conseguimos ver. Ele foi entrando na carne rasgando pele da boca, gengiva e tudo mais conforme vocês podem ver. Uma pena que os profissionais (desde o primeiro) não sedaram para ver a real causa...tratando de uma possível alergia/infecção. Mas o pior de tudo, para nós, é ver/saber/sentir o que um ser humano sem noção pode fazer com um bichinho totalmente inocente. A Lolita sofreu por dias a fio, sentindo esse elástico apertar e necrosar uma parte da sua boquinha. Neste momento nós sentimos, de verdade, uma dor incrível! E uma vontade tremenda de alertar todos quanto a escolha da clínica/ pet, que você leva seu bichinho. Ela continua internada no Hospital Veterinário Pompéia e muito bem assistida, mas sentindo uma dor que ninguém nunca vai poder saber. Ela está melhorando e se tudo ser certo terá alta amanhã." 



Bem, com toda certeza horrível e repito, sem justificativa o que fizeram com essa linda, mas, cabe aqui também um alerta, como assim não olharam a boca dela nenhuma vez?!! Médicos veterinários incompetentes também, gente que  irresponsáveis, eu olho todos os dias a boca de meus cães, sim abro e passo um Spray dentário importado para que não tenham tártaro e para a Bonnie remover o tártaro que ela tem (ela tem facilidade em acumular) ou seja, como assim a família não olha a boca de seu cão, é necessário também cuidarmos em casa, é necessário que olhemos e que conheçamos nossos amados cães, qualquer sinal diferente eu entro em alerta sem exageros e claro digo alerta e verifico tudo nele e excluo tudo que possa ser ruim, se vomitam, se estão com um nó em determinada região de seu corpinho, se estão se coçando, se está aparentemente triste, etc...


Ou seja, precisamos sim termos a responsabilidade de quando sairmos de uma casa de banhos de cães olharmos sim todo o corpinho deles, colocá-los no chão e deixar que caminhem um pouco até que queiram subir em nossas pernas, a maioria pega no colo paga o serviço, olha o laço se é bonito, dá uma fungada pra ver se está cheiroso e tudo bem sai correndo pra casa, não façam isso, se você não pode acompanhar o banho, o que seria ideal, então quando for buscá-lo ou recebê-lo, não tenha pressa isso pode valer a vida de seu amiguinho, olhe tudo, sente, pergunte se ver algo diferente, porque no caso de uma tosa higiênica pode sim acontecer de ter umas "picadinhas" da máquina nas patinhas por exemplo, mas picadinha, nada de corte, se for corte aí já não é comum, olhe com todo cuidado e carinho, isso não é feio. Aqui quando entrego meus clientes, que sou eu mesma que faço banho e tosas, não gosto de contratar ninguém pra isso, e, se algum dia tiver de contratar alguém, terá de seguir minhas regras rígidas de cuidados e respeito, amo o que faço e é minha responsabilidade zelar pela total integridade do meu cliente, eu mesma peço ao seu papai ou mamãe que examine tudo pra ver se está tudo ok, e a grande maioria não olha nada, é fato, devemos mudar isso, para podermos evitar maiores prejuízos aos nossos amigos de 4 patas.

 Há pessoas que de tanto verem relatos destas monstruosidades, querem dar banhos em casa, mas digo-lhes que isso não é uma tarefa tão simples assim como possam imaginar, existem sim alguns segredos para que o banho seja eficiente e mais duradouro, detalhes, que não aprendemos olhando um vídeo na internet ou alguma revista por exemplo.

Ter um xampu específico para cães, condicionador, hidratante, saber aplicar, saber lavar corretamente, cuidar de olhos e ouvidos, cortar unhas,  a secagem, escovas, pentes,  o acabamento, digo que é praticamente impossível se fazer em casa sem ser profissional.


Eu seria capaz de abrir um mini curso para que as pessoas possam dar um banho de qualidade em suas casas, mas será que haveriam pessoas interessadas?!  Tenho pensado nisso e, acredito ser algo bom para os cães e para seus tutores também.

Não faria em vídeo ou apostila, faria presencial mesmo aqui na minha creche em Goiânia, GO. Bem aqui uma ideia, quem sabe se houverem interessadas a gente não abra turmas não profissionalizantes é claro. Caso você seja de Goiânia e região e tenha interesse em aprender, mande um e-mail para contato@crechedototo.com.br  com título CURSO DE BANHO EM CASA PARA CÃES, falando de seu interesse.




quarta-feira, 19 de março de 2014

A MORDIDA DO GATO NADADOR

  Como comentei em post anterior, hoje vou contar sobre minhas cicatrizes na mão esquerda.
Na casa onde morávamos em Lagoa Santa, MG, havia uma piscina, e a casa era cercada por muros altos, sendo um deles mais próximo à piscina cerca de 2m. Por este muro sempre passavam 3 gatinhos, uma amarelinho, um acinzentado escuro e outro tigrado, eram acostumados a passar tranquilamente sem incomodarem-se com os latidos de meus cães. 
   Um certo dia, os vizinhos instalaram sobre os muros um sistema de segurança chamado de serpentina, um arame de formato espiral cheio de lâminas cortantes. Ao ver, já lembrei dos gatinhos que eram acostumados a passar alí sossegados. Dito e feito, comecei a ouvir "gritinhos" dos bichanos e sentia não poder ajudá-los, mas, ao passar dos dias, parece que isso foi diminuindo, pensei que bom aprenderam a passar sem machucarem-se.
  Mas, teve um dia, exatamente no dia 11 de dezembro de 2013, em que ouvi os latidos dos meus cães bem mais fortes e todos muito exaltados, prestando mais atenção aos sons, ouvi também "gritos" fortes de gato e foi então que corri para fora para ver o que acontecia. Vi então meus shih tzu's correndo na borda da piscina pra lá e pra cá, cheguei mais perto e vi o gato tigrado tentando sair de dentro da piscina, aguardei por alguns segundos pra ver se ele conseguiria e vi que não. Então caminhando rapidamente, e pensando em como salvar o gatinho, olhei a rede (tipo coador gigante) em que retiro folhas da piscina, mas logo desisti pois acredito que o gato poderia até se agarrar nela, mas soltaria assim que eu retirasse e os cães e o gato poderiam entrar em guerra o que seria terrível para ambos, imaginei meus cães com olhos perfurados e desisti desse método. Foi então que cheguei e com minha melhor mão, a esquerda, segurei o gato na parte posterior de seu pescoço, e o mesmo é claro, nervoso, tentando salvar sua vida, me atacou ferozmente nas mão, e eu o mais rápido possível levando ele até o muro, antes disso,mais uma mordida, essa bem profunda, mas consegui colocar ele à salvo.
   Em seguida a dor já latejando na mão fui correndo lavar com água e sabão e também passei álcool, já era fim de tarde, fui em direção ao posto de saúde, mas estava fechado, então voltei pra casa e liguei pra meu marido que veio o mais rápido possível, enquanto isso, eu ligava para hospital da cidade e me disseram que não adiantaria ir lá pois não haviam médicos, liguei pra uma clínica e lá, não havia vacina, a mão inchada e a dor terrível. Fomos então pra uma cidadezinha vizinha chamada Vespasiano, lá no pronto atendimento haviam médicos, mas, demoraram mais de 3 horas para me atenderem, isso porque eu levantei e reclamei. Porem disseram que vacinas anti-rábica somente na cidade que eu morava tinha, eles não tinham, e pior não e medicaram nem para dor, e lá fomos eu e o marido procurar um local que tivesse vacina, encontramos no hospital que não haviam médicos. Após isso, farmácia, analgésicos e antibióticos e tudo foi melhorando dia a pós dia.
   Fiquei triste, porque eu não vi mais o gatinho tigrado, vi o amarelinho passando pelo muro, mas ele não, mas eu tinha certeza de que ele estava bem, mas fiquei preocupada, eu olhava todos os dias e nada dele.
  Somente após eu mudar muitos dias depois que meu marido me ligou e disse que ele estava bem, o gato tigrado, pois ele o viu. Somente após saber disso é que eu fiquei feliz.

   Lembro que eu tinha desenhos para fazer e entregá-los antes de viajar, e mesmo com dor, pois uma das mordidas foi realmente profunda, dificultando o movimento de meu dedo indicador, eu precisava desenhar e como sou canhota, eu tinha de fazer, isso prejudicou é claro o processo de cura, pois inchava cada vez mais o que eu deveria repousar..rss mas eu não sossego enquanto não cumprisse com o que havia prometido e os fiz, vou postar as fotos dos desenhos que tinha de fazer para que conheçam este meu lado também, adoro desenhar, não sou profissional, nem nunca fiz sequer um cursinho de desenho, apenas gosto.
  Assim foi, e realmente "Gato escaldado tem medo de água fria" (risos), em minha mão ficaram marcas, mas no meu coração o sentimento bom de ter tido a possibilidade de salvar aquela vida linda.









Postado por Kely V.S.S.

quinta-feira, 13 de março de 2014

COMPORTAMENTO DE UM SHIH TZU COM ENERGIA CALMA

Com crianças

Até há casos de Shih Tzus que avançaram nos baixinhos. Mas, para que tenham chegado a esse extremo, esteja certo de que foram muito incomodados. A raça não tem ímpeto agressivo e costuma ser amigável com todos, o que abrange crianças de qualquer idade. Entre os cães de porte similar, inclusive, o Shih Tzu está entre os mais tolerantes com a garotada. Claro que convém supervisionar a relação. Raças pequenas podem ser facilmente machucadas durante as brincadeiras agitadas que os baixinhos costumam promover.

Com pessoas de fora da casa

Sabe aqueles cachorros pequeninhos que vivem latindo e estranhando gente desconhecida? É o retrato oposto do Shih Tzu. Para essa raça, sociabilidade éo grande lema. Demonstrar alegria ao conhecer novas pessoas, festejar visitas e aceitar agrados até de passantes são atitudes rotineiras. Os Shih Tzus querem mais é atenção. Adoram brincar com qualquer um que lhes dê bola. Muitas vezes chegam a ser efusivos, recepcionando os visitantes com pulos de boas-vindas.

Obediência

Exemplo de obediência, o Shih Tzu não é. Embora muito raramente suas teimosias se transformem em problemas de relacionamento com a família, ele é daqueles que, de vez em quando se fingem de surdos ao receberem uma ordem ou que obedecem apenas enquanto o dono estiver por perto. Uma boa educação, composta por donos presentes, carinhosos e, ao mesmo tempo, firmes para definir as regras e limites, sempre ajuda na formação de exemplares mais predispostos a obedecer. No entanto, uma pitada de irreverência é característica da raça.

Inteligência

Observador atento, é do tipo que sabe onde os donos guardam os petiscos e brinquedos. Só de vê-los se aproximando do precioso do precioso local já demonstram entusiasmo. Também resolvem com sucesso vários problemas. Há muitos casos de exemplares que aprendem a abrir certas portas e a sinalizar algumas de suas necessidades. Só para ilustrar, volta e meia há Shih Tzus atraindo a atenção das pessoas para que vejam a vasilha de água esvaziou ou que a saída para o jardim (leia-se banheiro) foi fechada.

Destrutividade

O Shih Tzu não costuma ser um cão muito problemático nesse quesito. Quando filhote, como acontece com a maioria dos cães, costuma afiar os dentinhos onde não deve, porém conforme cresce e é educado pela família, vai se tornando disciplinado. Algumas exceções tendem a ocorrer quando ele se sente abandonado. Dependente da presença dos donos, o Shih Tzu, de vez em quando, pode fazer pirraça por ter ficado sozinho. Para evitar eventuais transtornos, não o deixe só ou, quando o fizer, mantenha-o em locais onde possíveis estragos não sejam tão graves.

Grau de atividade

Ele em nada lembra aqueles cãezinhos que mais parecem ligados na tomada, sempre brincando e procurando o que fazer. O Shih Tzu é moderadamente ativo. Curet uma brincadeira e uma correria, mas também adora sossego. Na maior parte do dia, opta por passatempos calmos. Fica deitado num cantinho confortável olhando a movimentação ao redor, passeia tranquilamente pela casa, pede um colo para o dono… Enfim, leva a rotina sem maiores agitos.

Com a família

Seguindo a regra do reino canino, o Shih tzu costuma eleger um dono em especial. Diferentemente da maioria das raças, contudo, tem uma maneira mais discreta de fazê-lo. Embora até festeje um pouco mais o seu eleito, não deixa de ser particularmente simpático e efusivo com os outros moradores da casa. Faz o estilo companheiro familiar. Gosta da presença de todos e vive virando a escolha de com quem vai ficar. Independentemente não é com ele. É do tipo que solicita atenção, convidando as pessoas para brincar e dando um jeito de ganhar um cafuné. E caso se sinta ignorado, como tende a ocorrer se deixado sozinho por períodos prolongados, pode ficar tristonho e abatido. Nessas ocasiões, em sinal de protesto, não é impossível que se tome irreverente, aproveitando da ausência dos donos para mordiscar o que não deve ou fazer um xixizinho no lugar errado.

O quanto late

Se você está em busca de um cachorro pequeno e silencioso, o Shih Tzu pode ser o seu achado. Não que ele nunca lata, mas não há dúvida de que está entre os cães de pequeno porte mais discretos da espécie canina. É daqueles que sinalizam quando escutam a campainha ou quando estão muito alegres, mas não é de dar escândalos nem de latir sem motivo.

Com cães e animais

Embora haja exceções, a regra é o bom convívio. E isso tanto para a relação enrte Shih Tzus do sexo oposto, como do mesmo sexo. Trata-se de um cão pacífico. No que depender dele, a vida será amigável com cachorros de outras raças assim como com outros animais, a exemplo de gatos e aves.